Reunião LabHeN – 14/10/2021

Neste encontro, contamos com a apresentação do projeto de pesquisa do nosso colega de laboratório Bruno Capilé, com o título “História ambiental das transformações das paisagens ribeirinhas e das relações socioecológicas no rio Doce, Governador Valadares, MG”.

Resumo:

Em Governador Valadares (MG), a cidade possui uma relação histórica com a bacia do rio Doce e sua dinâmica de cheias e secas. A formação territorial propiciou uma diversa migração populacional que refletiu na heterogeneidade de seus usos sociais. A proposta é analisar como as relações sociais e ecológicas se deram ao longo do trecho do Rio Doce na cidade de Governador Valadares nas últimas quatro décadas. Nesse intervalo de espaço e de tempo, a sociedade valadarense transformou sua paisagem ribeirinha, assim como adaptou-se às suas dinâmicas fluviais – como na organização de redes de solidariedade durante eventos de crise nas grandes enchentes.  As históricas relações entre a população ribeirinha valadarense e o rio Doce foram afetadas drasticamente com a chegada da lama tóxica da barragem de rejeitos de mineração da Samarco, em Mariana, no mês de novembro de 2015.  Com o desastre-crime, os moradores atingidos vêm se organizando, junto a outros grupos sociais, de modo a reivindicar seus direitos e serem ouvidos. De modo a compreender as relações socioecológicas e as transformações da paisagem fluvial serão utilizadas fontes históricas, dados científicos atuais, assim como entrevistas de valadarenses ribeirinhos, especialmente para dar voz aos atingidos pela lama da Samarco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *